Cenas de sexo do cinema brasileiro recente

Nesta sexta-feira (6) é comemorado – e muito – o Dia do Sexo. Criada em uma campanha publicitária há cinco anos, a data foi bem aceita em todo o Brasil e pode ser oficializada. Claro que o cinema nacional também tem muito a apresentar neste dia tão quente.

Apesar de ser tachado como cinema “só de putaria” por grande parte da população, o cinema brasileiro, mesmo do tempo da pornochanchada, pode até ser considerado ingênuo perto de filmes de outros países. Mesmo assim, há grandes cenas de sexo em nossa cinematografia.

Veja dez exemplos recentes que comprovam isso:

Um Copo de Cólera (1999), de Aluízio Abranches

Um Copo de CóleraTalvez um dos mais ousados dos filmes brasileiros dos últimos anos, Um Copo de Cólera conta uma história entre a sensualidade e o ódio entre um ex-ativista e uma jornalista, baseado no livro de Raduan Nassar. No papel principal, o casal real Júlia Lemmertz e Alexandre Borges, o que contribuiu para que o filme do polêmico Aluízio Abranches tivesse cenas mais reais.

Cama de Gato (2002), de Alexandre Stockler

Cama de GatoEstrelado por Caio Blat, Cama de Gato também gerou muita polêmica quando foi feito, com a história de três jovens alienados de classe média que, em busca de diversão na noite, acabam estuprando e matando uma adolescente. Com cenas bastante intensas de sexo, o filme ainda faz um questionamento a jovens reais sobre as situações vividas pelos personagens principais.

Cidade Baixa (2005), de Sérgio Machado

Cidade BaixaEm alta internacionalmente por estrelar Elysium, Wagner Moura e Alice Braga já trabalharam juntos em Cidade Baixa, que também contou com o talento de Lázaro Ramos. No filme, Wagner e Lázaro são amigos de infância que conhecem a stripper vivida por Alice. Em um triângulo amoroso cercado pela violência e pobreza, o filme mostra uma bela cena de sexo entre os personagens de Lázaro e Alice em um beco escuro de Salvador.

Cão Sem Dono (2007), de Beto Brant e Renato Ciasca

Cão Sem DonoO trabalho dos atores Júlio Andrade e Tainá Müller foi intenso no filme Cão Sem Dono, baseado no livro Até o Dia em que o Cão Morreu, de Daniel Galera. Drama intimista, com grandes partes das cenas filmadas em um pequeno apartamento de Porto Alegre, o filme mostra a relação entre um tradutor e uma modelo, com belíssimas cenas de sexo entre o casal. Depois do filme, Júlio e Tainá ficaram juntos por cinco anos.

Budapeste (2009), de Walter Carvalho

BudapesteBaseado na obra de Chico Buarque, Budapeste conta a história de um ghost writer (Leonardo de Medeiros) que escreve as histórias amorosas de um turista alemão no Brasil. Sem saber quem é o verdadeiro autor do livro, a mulher do escritor, vivida por Giovanna Antonelli, acaba se apaixonando pelo estrangeiro. Além de diversas cenas de nudez, o filme conta com poéticas cenas de sexo, narradas pelo texto do grande compositor carioca.

Hotel Atlântico (2009), de Suzana Amaral

Hotel AtlânticoDirigido por Suzana Amaral, de A Hora da Estrela, o filme Hotel Atlântico é bastante estranho do começo ao fim – o que não compromete sua qualidade. Nele, Júlio Andrade vive um ator desempregado que, após ver um cadáver, decide viajar sem rumo. As coisas acabam saindo do controle e, em um momento em que ele está paralisado, é atacado sexualmente por ninguém menos do que Mariana Ximenes, dentro de uma igreja.

Sonhos Roubados (2009), de Sandra Werneck

Sonhos RoubadosMuito antes de Nanda Costa provocar uma grande polêmica com suas fotos na revista Playboy, a atriz brilhava em grandes papéis no cinema, como em Sonhos Roubados, em que interpreta uma jovem da periferia que sofre para criar seu filho. Dentre as cenas de sexo do longa, o destaque é a atuação da atriz ao lado do MV Bill, dentro de uma penitenciária. Enquanto o rapper vive um traficante, Nanda é uma garota de programa que finge ser sua namorada.

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios (2011), de Beto Brant e Renato Ciasca

Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos LábiosAdaptado do livro de Marçal Aquino, Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios conta a história de um fotógrafo (Gustavo Machado) que vive um tórrido romance com a mulher de um pastor, vivida por Camila Pitanga, no interior do Pará. Beto e Renato já mostraram sensibilidade para cenas de sexo em Cão Sem Dono e voltam a filmar com maestria, em sequências tão belas quanto sensuais.

Paraísos Artificiais (2012), de Marcos Prado

Paraísos ArtificiaisMergulhando fundo no universo das raves, da música eletrônica e das drogas sintéticas, o filme Paraísos Artificiais foi bastante elogiado quando lançado por retratar bem este mundo. Estrelado por Nathalia Dill, o longa apresenta diversas cenas ousadas, de nudez e sexo, mas a que mais chamou a atenção mostra a personagem de Nathália em um momento muito quente com sua melhor amiga, vivida pela atriz Lívia de Bueno.

Faroeste Caboclo (2013), de René Sampaio

Faroeste CabocloInspirada na famosa canção de Renato Russo, eternizada na interpretação de sua banda, a Legião Urbana, Faroeste Caboclo mostra uma incrível química entre os atores Fabrício Boliveira e Isis Valverde. Mesmo tendo vivido mulheres sensuais na televisão, Isis representa seu papel mais ousado. Sem dúvida um dos maiores momentos do filme é a cena de sexo entre João e Maria Lúcia















Jornalista, crítico de cinema e editor do site BRCine.